terça-feira, 30 de abril de 2013

Jogos para o feriado e fim de semana

DIA 1 MAIO

Torneio Encerramento de Sub 14 Fem
André Resende - ASC/BVRM/Terras d'el Rei
15H30

DIA 4 MAIO

Torneio de Encerramento de Sub 12
ASC/BVRM/Terras d'el Rei - Escola Nº 4 Évora
11H00

 DIA 5 MAIO

Torneio de Encerramento de Sub 14 M
ASC/BVRM/Terras d'el Rei - Beja Basket
15H00

Ultimos resultados

DIA 25 ABRIL - (QUINTA - FEIRA)

TORNEIO ENCERRAMENTO SUB 14 M
ASC/BVRM/Terras d'el Rei ( Sub 12) - 55, ANDRÉ RESENDE (Sub 14) - 67

TORNEIO ENCERRAMENTO SUB 14 M
ASC/BVRM/Terras d'el Rei - 83, SALESIANOS - 53

DIA 28 ABRIL - (DOMINGO)

TORNEIO ENCERRAMENTO SUB 14 M
ASC/BVRM/Terras d'el Rei (Sub 12) - 31, AJES ESTREMOZ (Sub 14) - 55

sexta-feira, 26 de abril de 2013

Treino de Observação – Recrutamento CAR Jamor 2013/14

A Federação Portuguesa de Basquetebol todos os anos faz observação de potenciais atletas que integrem os Centros de Alto Rendimento, onde os atletas estudam, treinam e jogam, visando a escolha dos atletas mais aptos para posteriormente integrarem as Selecções Nacionais.

Este ano, essa observação iniciou-se durante as Festas do Basquetebol, em Albufeira, donde um número alargado de atletas foi chamado a 2 estágios de observação, um no Norte e outro no Sul do País.

Clique para aumentar

A este último, realizado em Lisboa, foram chamados 3 atletas do Alentejo, concretamente um do Beja B. C. – Pedro Lança, outro dos Salesianos – Pedro Carvalho e um do A.S.C./B.V.R.M./Terras d’el Rei – Xavier Gaspar.

O estágio constou de 2 dias, 21 e 22 de Abril de 2013, onde os responsáveis técnicos da F.P.B. tiveram a possibilidade de ver em acção os atletas mais promissores das Associações de Castelo Branco, Leiria, Santarém, Lisboa, Setúbal, Alentejo e Algarve.

O Xavier Gaspar foi acompanhado pelo treinador do Clube Francisco Gaspar.

quarta-feira, 24 de abril de 2013

Agenda para o feriado e fim de semana

DIA 25 ABRIL
QUINTA - FEIRA

TORNEIO ENCERRAMENTO SUB 12 M
ASC/BVRM/Terras d'el Rei - ANDRÉ RESENDE (11H00)

TORNEIO ENCERRAMENTO SUB 14 M
ASC/BVRM/Terras d'el Rei - SALESIANOS (15H00)

TORNEIO ENCERRAMENTO SUB 16 M
ASC/BVRM/Terras d'el Rei - CAMPOMAIORENSE (17H00)

DIA 27 ABRIL
SÁBADO

VIII TORNEIO DE MINIBASQUETE CIDADE REGUENGOS (14H00)
PAVILHÃO MUNICIPAL

DIA 28 ABRIL
DOMINGO

TORNEIO ENCERRAMENTO SUB 12 M
ASC/BVRM/Terras d'el Rei - AJES ESTREMOZ (15H00)

quarta-feira, 17 de abril de 2013

Resultados do ultimo fim de semana

TORNEIO INTERCALAR SUB 14
ASC/BVRM/Terras D´El Rei ( Fem) - 35, AJES Estremoz Masc) - 51
  
TORNEIO ENCERRAMENTO SUB 16 M
ASC/BVRM-/Terras D´El Rei - 84, Beja Basket - 76

VIII Torneio Mini Cidade de Reguengos de Monsaraz - Mais equipas confirmadas

N. B. Queluz                                        - 3 equipas
C. B. Quarteira Tubarões                       - 3 equipas
C. Benfica Palmela – Totalstor               - 4 equipas
Salesianos                                           - 3 equipas
G.D.R. A. Resende                               - 1 equipa
A.S.C./B.V.R.M./Terras d’el Rei             - 9 equipas + Baby Basket
AJES Estremoz                                    - 2 equipas
C. B. Albufeira                                      - Baby Basket


* Física Torres Vedras                         - 2 equipas;
* Odivelas B. C.                                   - 1 equipa;
* Algés                                                 - 2 equipas;
* N.B.F. Alcáçovas                                - 3 equipas.

sábado, 6 de abril de 2013

7ª FESTAS do Basquetebol Juvenil 2013


Lisboa e Porto campeões



Depois de cinco dias de euforia, viagens, competição, muita brincadeira, aprendizagem e convívio, chegou ao fim a 7ª edição da Festa do Basquetebol Juvenil.   
Este evento de basquetebol vai muito além da dimensão competitiva, é o maior evento do Desporto Juvenil em Portugal, as associações do Porto e de Lisboa foram as grandes vencedoras. Domingo de manhã, disputaram-se as 4 finais da 1ª Divisão da competição, das quais Lisboa e Porto foram as grandes vencedoras. Repartindo em partes iguais os quatros títulos disputados, Lisboa conquistou os títulos de sub14 masculinos e sub16 femininos, e o Porto sagrou-se campeão nos sub14 femininos e nos sub16 masculinos.
Os jogos das finais não foram os mais interessantes do torneio já que, em todos eles, a margem de vantagem da equipa vencedora foi igual ou superior a 14 pontos, mas valeram pelo ambiente de festa que se viveu em ambos os pavilhões:

             Femininos                     Masculinos
Sub14  Porto 67 - 45 Setúbal     Aveiro 63 - 77 Lisboa
Sub16 Lisboa 85 - 43 Porto      Porto 70 - 50 Aveiro

Todas as seleções vencedoras, com exceção da de Lisboa Sub14 masculinos, não perderam qualquer jogo durante os 4 dias de competição e todas deram provas de ser justas vencedoras.
O escalão de sub14, quer no masculino quer no feminino, foi, claramente, o mais equilibrado e mais emocionante do ponto de vista competitivo. Neste escalão foram vários os jogos de grande incerteza quanto ao vencedor final e, ao longo da prova, foram várias as equipas que se perfilaram como candidatas ao título.

Destaque, no masculino, para as seleções de Setúbal e Porto  (perderam com a campeã Lisboa no 'grupo da morte' da 2ª fase) e para Aveiro, a finalista derrotada que foi infeliz no jogo decisivo, onde não foi capaz de voltar a derrotar Lisboa tal como já tinha feito no primeiro jogo da prova. Lisboa, exemplarmente orientada pelo antigo selecionador nacional de formação Alexandre Correia, apresentou-se como a equipa mais homogénea do ponto de vista físico (jogadores com alturas compreendias entre 168cm e 183cm para uma altura média de 179cm) e, simultaneamente, com mais profundidade de plantel. Aliás, julgamos que a profundidade do plantel terá sido o fator comum entre todas as 4 seleções campeãs.

No feminino, e ainda no escalão de sub14, destaque para os jogos das meias-finais (ambos decididos no prolongamento e pela margem mínima) que foram de grande espetacularidade e emotividade. A seguir às campeãs do Porto, selecionadas e orientadas por Marco Rodrigues, tanto as atletas de Lisboa  (3ªas classificadas) como as de Aveiro  (um 4º lugar que se poderá explicar pelo azar das lesões), mostraram argumentos que só glorificam o triunfo portuense. A seleção de Setúbal soube superar-se e fez por merecer o segundo lugar da prova.

No escalão de cadetes, foi com alguma naturalidade que as equipas de José Leite (Lisboa, sub16 femininos) e João Tiago Silva(Sub16 masculinos) superaram os seus adversários para conquistarem os anéis de campeão. 

A seleção lisboeta, pura e simplesmente, esmagou toda a competição. A menor diferença pela qual venceu um jogo foi de 30 pontos (por duas vezes), tendo chegado ao fim dos 6 jogos com médias de 75 pontos marcados e 28,5 pontos sofridos! Acreditamos que, mais do que o nível das adversárias ser baixo, esta equipa orientada por José Leite tem jogadoras com muito para dar ao basket português no presente, e no futuro. Muitas destas atletas lisboetas parecem ter condições para competir, de igual para igual, com as melhores atletas da Europa da sua geração. Claramente uma geração de jogadores a seguir nos próximos anos.

Já a seleção do Porto de sub16 masculinos, apesar de não ter tido um percurso tão esmagador, foi subindo de rendimento ao longo do torneio para se afirmar na final como a melhor da prova, sem margem para dúvidas. Apenas no primeiro jogo da competição, também contra Aveiro, superou o seu adversário direto por uma vantagem inferior aos 20 pontos. Nos últimos 3 jogos do torneio venceu o segundo, o terceiro e o quarto classificados por 20, 24 e 27 pontos de diferença, respectivamente para terminar com médias de 66,7 pontos marcados e 39,7 pontos sofridos por encontro. A grande desilusão foi a seleção de Lisboa, tendo um enorme potencial técnico e físico não consegui durante o torneio explanar o seu jogo, ficando num modesto 5º lugar.

Em relação à representação do Alentejo...



               
Os resultados não foram tão bons como no ano passado por várias razões mas, treinadores e jogadores terão que continuar a trabalhar e pensar já no próximo ano para que se consigam melhores prestações das seleções alentejanas.
Conhecer e aplicar os princípios do ensino da modalidade, conhecer a realidade desportiva e estar por dentro da modalidade são condições necessárias para tentar conduzir os atletas para um patamar superior não só ao nível técnico e tático mas também ao nível comportamental.

Foram estes os grandes campeões de 2013. Para o ano há mais...Festa!

Sub-14 Fem. Classificação Final – 14º Lugar

Viana do Castelo Alentejo  64-44  
Alentejo Açores                  31-71 
Guarda Alentejo                  13-78 
Alentejo Guarda                  61-22 
Viana do Castelo Alentejo  80-36 

Sub-14 Mas. – Classificação Final – 11º Lugar

Algarve  Alentejo  74-29  
Alentejo Setúbal 36-66 
Madeira Alentejo 67-61 
Alentejo Braga 55-62 
Alentejo   Vila Real   74 - 34

Sub-16 Fem. – Classificação Final – 17º Lugar

Viana do Castelo  Alentejo 77-27
Alentejo Castelo Branco 25-49 
Alentejo Guarda                 30-43 
Guarda Alentejo               37-34 
Viseu Alentejo             75-19 
Alentejo Castelo Branco 29-42 

Sub-16 Mas. – Classificação Final – 16º Lugar

Alentejo Vila Real 44-57
Vila Real Alentejo 32-37 
Viseu Alentejo 56-35 
Alentejo Açores 34-43 
Guarda Alentejo 44-56 

CLASSIFICAÇÕES  FINAIS


SUB 16 Femininos

1º A.B. LISBOA

2º A.B. Porto

3º A.B. Setúbal

4º A.B. Coimbra

5º A.B. Algarve

6º A.B. Braga

7º A.B. Aveiro

8º A.B. Leiria

9º A.B. Madeira

10º A.B. Açores

11º A.B. Santarem

12º A.B. V. Castelo

13º A.B. Vila Real

14º A.B. Guarda

15º A.B. Viseu

16 º A.B. Castelo Branco

17º A.B. Alentejo


SUB 16 Masculinos

1º A. B. Porto

2º A. B. Aveiro

3º A.B. Coimbra

4º A.B. Setúbal

5º A.B. Lisboa

6º A.B. Algarve

7º A.B. Braga

8º A.B. Santarém

9º A.B. Vila Real

10º A.B. Leiria

11º A.B. Madeira

12º A.B. V. Castelo

13º A.B. Castelo Branco

14º A.B. Viseu

15º A.B. Açores

16 º A.B. Alentejo

17º A.B. Guarda


SUB 14 Masculinos

1º A. B. Lisboa

2º A.B. Aveiro

3º A.B. Setubal

4º A.B. Coimbra

5º A.B. Porto

6º A.B. Algarve

7º A.B. Braga

8º A.B. Madeira

9º A.B. C. Branco

10º A.B. Açores

11º A.B. Alentejo

12º A.B. Vila Real

13º A.B. Viseu

14º A.B. V. Castelo

15º A.B. Bragança

16º A.B. Santarém

17º A.B. Leiria

18º A.B. Guarda


SUB 14 Femininos

1º A.B. Porto

2º A.B. Setúbal

3º A.B. Lisboa

4º A.B. Aveiro

5º A.B. Coimbra

6º A.B. Santarem

7º A.B. Leiria

8º A.B. Algarve

9º A.B. Braga

10º A.B. Açores

11º A.B. Vila Real

12º A.B. Madeira

13º A.B. Viana do Castelo

14º A.B. Alentejo

15º A.B. Viseu

16 º A.B. Castelo Branco

17º A.B. Guarda


CLINIC DE TREINADORES – FESTAS DO BASQUETEBOL 2013

“TEMA – CONCEITOS DO JOGO”


- Selecionador Nacional Sénior- Mário Palma
- Coordenador das seleções Masculinos e selecionador de Sub 23 M – Mário Gomes 
- Coordenador das Seleções e selecionador Nacional Senior Feminino- Ricardo Vasconcelos

Este Clinic teve como tema “ conceitos de Jogo” , foi de louvar a grande participação dos treinadores envolvidos na festa, bem como outros treinadores que estão preocupados e interessados em aprender… 
 Todos os preletores se mostraram bastante preocupados com o tema, fundamental para a evolução dos atletas e deixaram mensagens bem claras aos treinadores presentes da importância dos “ Fundamentos”, Drible, Passe e Lançamento, e dos conceitos do Jogo para os escalões de formação : importância da Defesa HXH e as duas vertentes “ defesa e ataque “ do 1X1,  para quando jogarmos a nível internacional  não sentirmos  a grande dificuldade que existe nas nossas seleções jovem quando participam nos  campeonatos da europa.

Deixamos agora as declarações de Mário Palma:


Mário Palma, selecionador nacional de basquetebol a propósito da Festa do Basquetebol Juvenil2013,referiu que é um evento excecional e representa um esforço muito grande por parte da Federação Portuguesa de Basquetebol. “ É um dos momentos mais altos do Basquetebol Português” afirmou o técnico.
Mário Palma está bastante preocupado com as dificuldades que o Basquetebol atravessa atualmente, mas considera que é uma fase transitória de uma geração para outra, “ temos jogadores muito bons que começaram a jogar muito cedo, mas que tens que continuar a trabalhar muito os aspetos fundamentais do jogo”.
O selecionador deixou uma palavra para todos os atletas que querem seguir o seu caminho como profissionais na modalidade: “ se continuarem a jogar, a treinar e a praticar o basquetebol é possível que isso aconteça”. Acredita que as coisas vão melhorar de certeza, está a haver um grande esforço por parte de todos os agentes da modalidade, fazendo um alerta muito importante para os treinadores sobre os “FUNDAMENTOS DO JOGO", fundamentais para a evolução do basquetebol Português.

VIII Torneio Mini Cidade de Reguengos de Monsaraz - Ponto de Situação: Inscrições

Clubes Inscritos (6), até este momento, e respectivas equipas (23):

N. B. Queluz                                        - 3 equipas
C. B. Quarteira Tubarões                       - 3 equipas
C. Benfica Palmela – Totalstor               - 4 equipas
Salesianos                                           - 3 equipas
G.D.R. A. Resende                               - 1 equipa
A.S.C./B.V.R.M./Terras d’el Rei             - 9 equipas + Baby Basket